PEDALAR NA VELHICE REDUZ RISCO DE DIABETES

#UnidosSomosMaisFortes

18 DE JULHO DE 2016

De acordo com um estudo da Universidade do Sul da Dinamarca, usar a bicicleta como lazer ou meio de transporte durante a fase adulta ou terceira idade ajuda a reduzir o risco de desenvolver diabetes tipo 2, uma doença crônica que afeta principalmente pessoas acima do peso, sedentárias e com maus hábitos alimentares. 

Segundo os pesquisadores, uma série de estudos anteriores já haviam investigado a relação do transporte ativo – que combina transporte público, ciclismo e caminhadas – com a doença, porém muito poucos se preocuparam em estudar especificamente os efeitos da bicicleta nesse processo.

Publicada na PLOS Medicine, a pesquisa durou cinco anos, e foi feita 27.890 mulheres e 24.623 homens dinamarqueses, com idades entre 50 e 65 anos, sem diabetes ou qualquer outra doença crônica. 

O estudo constatou que aqueles que aderiram ao hábito de pedalar habitualmente, mesmo que em idade avançada, tiveram um risco 20% menor de vir a ter diabetes tipo 2 em comparação com aqueles que continuaram sem pedalar.

A conclusão dos pesquisadores foi de que é preciso incentivar os adultos de meia idade e idosos a utilizarem mais a bike, seja para lazer ou para se locomover. 

Se forem encorajados a pedalar com mais frequência, haverá um efeito significativo na saúde pública, principalmente nos países em que já se observa um crescente aumento da população idosa.

Um comentário:

ANDRÉ PONCE DA SILVA disse...

Eu particularmente acredito que todos devem começar cedo, ainda jovens com o hábito de pedalar...é qualidade de vida...uma bike ergométrica se não for possível na bicicleta...