COMO DESCONFIAR SE UMA CRIANÇA POSSUI DIABETES

#UnidosSomosMaisFortes
Maio 19, 2016

Como desconfiar se uma criança possui diabetes

O diabetes é uma doença que atinge não só os adultos, mas também as crianças. 

A mais comum entre os pequenos é a diabetes tipo 1 (DM1), que geralmente ocorre em indivíduos com menos de 30 anos, caracterizada pela perda grave na função das células beta-pancreáticas, responsáveis pela produção da insulina.

Outro tipo que vem aumentando nos dias de hoje é o diabetes relacionado ao excesso de peso causada por uma alimentação desequilibrada, a diabetes tipo 2 (DM2). 

O excesso de peso faz com que a insulina precisa ser secretada em grande quantidade para tentar manter o açúcar normal, até quando o pâncreas não consegue mais produzir o suficiente e o diabetes aparece.

Confira as dicas Dra. Suemi Marui, endocrinologista do Lavoisier Laboratório e Imagem, sobre possíveis sintomas da doença:

Se você reparou que a criança está com uma sede intensa, preste atenção, pois sede é um dos sintomas da doença (DM1);

Se seu filho vive constantemente com fome e, ao invés de engordar, emagrece, este também pode ser um indicativo (DM1);

Seu filho vai ao banheiro urinar com frequência, inclusive à noite? Urina em grande quantidade? Cuidado! A diabetes pode causar essas constantes idas ao banheiro (DM1);

A criança frequentemente tem mal-estar, sonolência, fraqueza e tontura? Esses são sinais de alerta, procure um médico! (DM1);

Estar acima do peso também pode ser um sinal de alerta (DM2);

Em casos onde há familiares com a doença, existe um fator de risco para o desenvolvimento da doença. Por isso é importante redobrar a atenção. (DM2);

A insulina também pode funcionar como um anabolizante, acelerando o desenvolvimento físico da criança. Por isso, se você notar um grande crescimento em um curto espaço de tempo no seu filho, procure um especialista (DM2).

Um comentário:

Sergio Correa da Silva disse...

GERAÇÕES "NOVAS" ATUAIS E "NOVAS" FUTURAS, CRESCEM COM "VALORES" ALIMENTÍCIOS MODIFICADOS, O INTERESSE E A "PESADA" MÍDIA DE ALIMENTOS QUE SÃO DELICIOSOS DE VERDADE ATÉ, MAS DE QUANTOS ALIMENTOS DAMOS "VALOR" A SEUS NUTRIENTES OU QUANTOS DELES SOMOS "EDUCADOS" A VALORIZAR O QUE ELE TRAZ DE COISAS MELHORES PARA O CORPO? HOJE? "EDUCAR"EM 100% O QUE VÁRIAS GERAÇÕES APRENDERAM COMO "BOM"? É DIFÍCIL, MAS EVITAMOS ALGUMAS COISAS QUE O PRÓPRIO CORPO COMEÇA A REJEITAR. BEM, O EXAGERA EM SER CORRETO D+ TAMBÉM CONTRIBUI PARA O CRESCIMENTO DO CONCEITO
Diet e Light, EM FIM, CREMOS PARA SER "CHATOS"OU TER UM PADRÃO ALIMENTÍCIO "CDF"