REYNALDO GIANECCHINI FAZ TRANSPLANTE DE CÉLULAS-TRONCO

01/11/2011



O ator passará pelo procedimento após o tratamento de quimiotera.

 

 

Em sua luta contra o câncer, um tipo raro de linfoma, Reynaldo Gianecchini deve iniciar nos próximos dias um novo tratamento. De acordo com informações da Revista Caras, após a quinta sessão de quimioterapia, Giane será submetido a um transplante autólogo. Nesse procedimento de transplante de células-tronco, o paciente é seu próprio doador. As células mãe  da medula óssea do doente são retiradas, armazenadas e tratadas com altas doses de quimioterapia. E, em seguida, o paciente recebe de volta suas próprias células, mas já tratadas e saudáveis. A intenção do tratamento é eliminar as células prejudicadas, e assim reconstituir a medula óssea. O método evita a rejeição, fato que pode ocorrer caso as células sejam de outro doador.

 O ator chegou a dar uma breve entrevista à publicação, durante uma visita que fez ao Graacc, e disse estar confiante em sua cura:
"Sempre fui uma pessoa otimista e, agora, mais do que nunca. Não penso em coisas ruins, somente coisas boas. Por todo esse amor que tem sido movimentado, eu acredito na cura, não acredito na doença", disse o ator à Caras, acrescentando: "Só consigo pensar na minha vida muito melhor daqui para frente."

Gianecchini disse que depois que descobriu a doença, em agosto deste ano, seu olhar para a vida mudou e que ele passou a repensar todas as suas relações. "Basicamente, o que mais me tocou foi a necessidade de compartilhar as coisas, como o jeito com que as pessoas ficam sensibilizadas. E como é gostoso compartilhar tudo. O amor, a solidariedade. A gente vê como precisa das pessoas. Uma visão menos egoísta", explicou o ator à Caras.


3 comentários:

Drika Sanz disse...

Boa sorte para ele....

André Ponce disse...

Exato Drika,que assim seja...

Elis disse...

Boa sorte ao Gianecchini !

Gostaria de saber como está o avanço das pesquisas da cura da Esclerose Múltipla com células tronco. Alguém sabe me dizer?

O caso é que tenho o diagnóstico de E.M ., comprovadamente, e o neuro comentou que haviam pesquisas com células tronco.
Saliento que não tive nenhuma manifestação até agora. Foi descoberto por acaso, quando investigava tonturas.

Abraços a todos.

Elis.
elis@suportetecnico.inf.br